Mapa do Site    |    Pesquisa
| Centro Investigadores

CODOLPOR - Corpus Documentale Latinum Portucalense

Projecto financiado pela FCT

página do projecto

Duração: 24 meses
Orçamento: 52.526,00€ 
  
  
Os últimos anos têm assistido à edição, estudo e disponibilização on-line de importantes massas de documentação latina medieval. Estes instrumentos estão concebidos para servir domínios diversos, desde a linguística latina e história da língua latina e das línguas romances, à antroponímia e toponímia, à história medieval e história das instituições. São os casos de CODOLGA (Centro Ramón Piñeiro – Univ. Santiago de Compostela) para a documentação do território do antigo reino da Galiza, CODOCAT (Institución Milá y Fontanals, CSIC – Univ. Barcelona) para o reino da Catalunha, CODOLVA (Univ. Alicante) para o reino de Valência. Noutras áreas, como é o caso de do reino de Leão, a documentação encontra-se já exaustivamente publicada (Archivo Historico Diocesano, León) e os esforços concentram-se na constituição de estudos lexicais baseados nesses corpora (Univ. León – Univ. Valladolid). CODOLPOR constituirá instrumento on-line análogo para o território do reino de Portugal, disponibilizando textos irrepreensivelmente editados, pondo assim à disposição de todos os estudiosos um corpus significativo de documentação latina medieval de território português, maioritariamente anterior ao ano 1200, que poderá ser usado nos mais diversos domínios de estudo. Os três cartulários a incluir serão o do Lorvão (Nascimento-Catón 2008), o de Fiães, que requer uma nova edição (Ferro 1995), e o de Baio-Ferrado do mosteiro de Grijó, cuja edição (Durand 1971) importa melhorar em alguns aspectos. O estudo e nova transcrição serão assegurados por uma equipa interdisciplinar, incluindo, além de especialistas em latim medieval, especialistas em história medieval, em particular no território português, e será assessorado por um conselho de consultores internacionais. Além de passarmos a situar-nos em plano de igualdade com os outros centros congéneres em Espanha, o resultado do projecto permitirá o avanço em diversos domínios do saber, da história da língua latina e da língua portuguesa à antroponímia e toponímia, bem como à história medieval, e história das instituições.

 

 


Equipa

 

Paulo Farmhouse Alberto (Investigador Responsável)
André Filipe Veloso Nunes Simões
Hermenegildo Fernandes
Maria João Violante Branco
Ricardo Ascenção
Rodrigo Furtado
Marcello Moscone (bolseiro)