Mapa do Site    |    Pesquisa
| Investigação Projectos Nacionais

Recepção dos autores clássicos na literatura portuguesa

 
 
II Colóquio Internacional

A Literatura Clássica ou os Clássicos na Literatura

uma (re)visão da literatura portuguesa das origens à contemporaneidade

4-6 de Dezembro de 2013

 

 

 
Até hoje, têm sido marginais e não sistemáticos os estudos comparatistas entre as literaturas grega e latina e a literatura portuguesa. No sentido de promover e estruturar essa área de estudo, o presente grupo de trabalho reúne especialistas das áreas das literaturas clássica e portuguesa.

 

Objectivos:

- Aprofundar o conhecimento da literatura portuguesa pelo estudo das suas relações com a tradição clássica da Antiguidade. 
- Incentivar a produção de trabalhos originais sobre a presença de autores clássicos na literatura portuguesa das várias épocas (nomeadamente teses de mestrado e doutoramento);
- Dar a conhecer traduções portuguesas, editadas ou inéditas, de textos dos autores clássicos (e.g., Os Anais de Tácito traduzidos em linguagem portuguesa por José Liberato Freire de Carvalho, Paris, 1830);
- Reeditar textos da literatura portuguesa nos quais se tematiza a antiguidade como elemento estruturante (e.g., Cartas de Eco e Narciso, de António Feliciano de Castilho, Coimbra, 1821-1825);
- Organizar encontros científicos bianuais de carácter internacional, que divulguem o resultado da investigação desenvolvida (A Literatura Clássica ou os Clássicos na Literatura: uma (re)visão da literatura portuguesa das origens à contemporaneidade, com a sua 1ª edição realizada em 5-7 de Dezembro de 2011);
- Organizar jornadas dedicadas ao estudo de movimentos literários específicos ou em torno de temas transversais da recepção dos autores clássicos na literatura portuguesa;
- Debater com escritores portugueses contemporâneos a presença e a função dos temas, formas e modelos clássicos nas suas obras.
- Promover cursos de Verão que dêem a conhecer os textos e escritores da literatura portuguesa em que a influência clássica é uma chave de leitura de inegável importância.

 


 


Metodologia:

- Leitura e estudo sistemáticos de obras da literatura portuguesa, de diversas épocas.
- Leitura e actualização da bibliografia crítica sobre a recepção da antiguidade na literatura portuguesa.
- Realização de congressos bienais, com especialistas portugueses e estrangeiros, para apresentação de resultados de investigação e posterior publicação desses estudos.
- Debate e confronto de ideias com escritores portugueses contemporâneos sobre a presença e a função dos temas, formas e modelos clássicos nas suas obras.

 


 


Primeiros resultados:

- Colóquio Internacional "A Literatura Clássica ou os Clássicos na Literatura: uma (re)visão da literatura portuguesa das origens à contemporaneidade" (Faculdade de Letras da Universidade e Lisboa, 5-7 de Dezembro de 2011).
- Curso de Verão "Recepção da Antiguidade Clássica na Literatura Portuguesa" (de 4 de Junho a 18 de Julho de 2012).
- Volume de ensaios com cerca de 350 pp., compreendendo estudos sobre a recepção dos clássicos na literatura portuguesa desde a época medieval até obras tão recentes como Uma Viagem à Índia de Gonçalo M. Tavares (no prelo, edição prevista em Outubro / Novembro de 2012).
 

 

Resultados esperados (até finais de 2013):

- Publicação anotada de Cartas de Eco e Narciso, de António Feliciano de Castilho (ed. orig. Coimbra, 1821-1825).
- Publicação de um Dicionário de Presenças Clássicas na obra de Camilo Castelo Branco.
 

 

Equipa:

Maria Cristina de Castro-Maia de Sousa Pimentel (coordenadora de grupo)
Ana Filipa Isidoro da Silva
Ana Maria Lóio
Ana Sofia Albuquerque e Aguilar
André Simões
Arnaldo do Espírito Santo
Fernanda Carrilho
Isabel Almeida
J. Filipe Ressurreição
Maria Isabel Rocheta
Maria Luísa Resende
Paula Morão
Ricardo Nobre
Serafina Martins