Mapa do Site    |    Pesquisa

São Vicente de Lisboa: legendas, milagres e culto litúrgico (testemunhos latinomedievais)

 

São Vicente de Lisboa: legendas, milagres e culto litúrgico (testemunhos latinomedievais)

Aires A. Nascimento

 

Edição: Centro de Estudos Clássicos, 2011
 
ISBN: 978-972-9376-21-4

Sinopse

Em nova recolha de testemunhos e em novas leituras, com subsequente problematização das questões relacionadas com o culto de S. Vicente em Lisboa, Aires A. Nas­cimento, Prof. Catedrático (Jubilado) da Faculdade Letras da Universidade de Lisboa, revê questões, alarga fontes, pondera aspectos que refundem as lições habitualmente tomadas no estudo do culto do patrono de Lisboa, que é patrono igualmente da Universidade de Lisboa.
 
O estudo foi preparado no âmbito das comemorações do centenário da (re)fundação da mesma Universidade. Desde os primórdios, nunca esta esqueceu o seu patrono, que consta da Súplica dirigida ao Papa Nicolau IV, para a fundação da Universidade, em 1288, assinada, com a anuência do rei D. Dinis, pelos eclesiásticos que se com­prometeram a sustentar a instituição e se mantém poste­riormente; não se estranhará que nas armas da Universi­dade de Lisboa esteja representada a barca que, segundo a legenda, trouxe o corpo do mártir, acompanhado pelos corvos que o assistiam: o facto de essas armas serem as mesmas que as da Cidade de Lisboa significa a vincula­ção que a Universidade sempre teve com a comunidade humana em que está implantada.
 
Da nova leitura dos milagres ressalta a cidade com os seus habitantes, todos unidos na celebração de um patrono – que, segundo a lição do texto, reservou para si a escolha da cidade de culto, no momento mais adequado. Ao tempo, a cidade ganhava nova vitalidade; do estudo sobressai particularmente a problematização da génese dos textos (legendas) e da sua funcionalidade cultual – que não se esgota na interpretação tradicional, mas se revela na aceitação de um novo culto e na criação da legenda que o suporta.
 

Índice

 
PREÂMBULO: S. Vicente de Lisboa, entre legenda e história 7
 1. Nova edição de legendas e milagres vicentinos 7
 2. Leituras e sobreposições 9
 3. Um patrono para Lisboa 11
 4. Do patrono à cidade 12
 5. Questões de identificação e de identidade 14
 6. Relíquias na configuração do sagrado 15
 7. Circunstâncias sincrónicas 16
 8. Particularismos devocionais 18
 9. A comunidade humana ao espelho do culto 19
 10. Avatares da memória: projecção sobre o passado 20
1. INTRODUÇÃO
25
1. Na aurora de novos tempos para Lisboa: a cidade e o seu patrono      
25
2. Legenda para o culto na catedral de Lisboa – tempos e modos
33
3. Outra fonte legendária: um testemunho contemporâneo
40
4. Dos textos aos agentes – das narrativas para as significações
46
5. Interesses reconhecíveis
52
6. Participação dos moçárabes?
56
7. Culto oficial: o ofício litúrgico de S. Vicente
60
7.1. Suspeitas de rito moçárabe sem confirmação
60
7.2. Um fragmento precioso do Ofício litúrgico da Sé de Lisboa  
63
7.3. Reconstituição do material
64
7.4. Texto do Ofício  
67
7.5. Análise 
72
7.6. Interpretações
73
8. Caracterização do culto vicentino e identificações simbólicas
74
9. O corpus dos milagres vicentinos
80
9.1. A tradição textual
80
9.2. Códices e conteúdos, hipóteses de transmissão
80
10. Texto anexo: Passio Vincentii, Sabine et Cristete
85
11. Autores
86
12. Tradição textual: manuscritos e edições
88
2. LEGENDAS E MILAGRES DE S. VICENTE 
91
1. 1.ª colecção: Mestre Estêvão, de Lisboa
93
2. 2.ª colecção: Autor Anónimo
124
3. Passionário Hispânico: Passio Vincentii, Sabine et Cristete 
141
4. Relato de Fernando, arcediago de Lisboa
145

 


Recensões a este volume

(Centro de Estudos de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa)