Mapa do Site    |    Pesquisa
Início
topo

 Recursos Digitais
HTPonline cetbaseLogo opsis  Untitled-2 XVI XVII 1 TPC XVIII link Finalíssimo  
 Destaques - Actividades
Six Formats

Six Formats – format Lecture-performance (post-process)
Meeting an audience – Practical (dramaturgical?) knowledge at play

More​ ​than​ ​considering​ ​a​ ​format​ ​as​ ​a​ ​“tool”​ ​for​ ​the​ ​communication​ ​of​ ​a​ ​particular​ ​content​ ​in​ ​the field​ ​of​ ​artistic​ ​research,​ ​it​ ​seems​ ​crucial​ ​to​ ​look​ ​at​ ​a​ ​format’s​ ​particularities​ ​–​ ​the​ ​kinds​ ​of associations​ ​and​ ​circulations​ ​it​ ​may​ ​generate,​ ​allow​ ​or​ ​disavow​ ​–​ ​within​ ​the​ ​very​ ​moment​ ​of meeting​ ​with​ ​an​ ​audience​ ​(which​ ​differs​ ​depending​ ​on​ ​the​ ​institutional​ ​partners,​ ​from​ ​peers​ ​to visitors).​ ​
For five​ ​days,​ ​Paula​ ​Caspão,​ ​Ingrid​ ​Cogne,​ ​Julia​ ​Hölzl,​ ​and​ ​Tobias​ ​Pilz​ ​will​ ​gather​ ​to:
-​ ​question​ ​the​ ​relations:​ ​format​ ​as​ ​tool​ ​vs.​ ​format​ ​as​ ​meeting​ ​vs.​ ​format​ ​as​ ​event;
-​ ​outline​ ​the​ ​writing​ ​of​ ​an​ ​article,​ ​understood​ ​as​ ​displacement​ ​and/or​ ​circulation​ ​between​ ​doing and​ ​writing;
-​ ​challenge/exhaust​ ​situations​ ​of​ ​communication. 
On the 2nd of October, from 18h to 20h (room 10.1), Six Formats invites you to a situation of communication/circulation of knowledge based on the format Lecture-performance. The research team gathered in Lisbon will build on a selection of parameters that will be tested on the spot: duration, location, setting, objects, degrees of participation, and levels of manipulation.
A general presentation on the project is available here.
You may consult the program of the event here. 

antónio pedro

António Pedro
Rui Pina Coelho 

Depois da Companhia Rey Colaço – Robles Monteiro e de Alfredo Cortez, a colecção Biografias do Teatro Português prossegue com um volume dedicado a António Pedro. Considerado o primeiro encenador português com “olhos modernos”, António Pedro foi, entre muitas outras coisas, crítico, ensaísta, artista plástico, pedagogo, dramaturgo e mentor do influente Teatro Experimental do Porto. Concebida com o objectivo de divulgar o percurso profissional e pessoal de alguns nomes relevantes da história do teatro português, esta colecção resulta de uma iniciativa editorial do TNDM II, TNSJ, Centro de Estudos de Teatro e Imprensa Nacional-Casa da Moeda.
O lançamento decorrerá dia 30 de Setembro, pelas 17h30, no Teatro Nacional de S. João (TNSJ).
Para mais informações clique aqui.

sdc

Sinais de cena II. 3 - Revista de Estudos de Teatro e Artes Performativas
(CALL FOR PAPERS) 

Sinais de Cena é uma revista especializada em teatro e artes performativas, editada pelo Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras de Lisboa em colaboração com a Associação Portuguesa de Críticos de Teatro. 
A Sinais de Cena mantém em permanência uma chamada aberta para ensaios de estudos de teatro e artes performativas, sem tema específico, a serem publicados na secção “Estudos Aplicados”.

Para mais informação sobre a chamada à submissão de artigos clique aqui.
Para consultar as normas de publicação clique aqui.

lab 1

Laboratório de Dramaturgia - 4ª edição

O Laboratório de Dramaturgia é uma iniciativa que pretende incentivar a criação de textos inéditos em língua portuguesa, associando escritores a um painel de artistas e académicos num trabalho conjunto que acompanha a escrita de uma peça de teatro.
Mais informações clique aqui. 

 Destaques - Publicações 
 intensified bodies

Intensified Bodies
From the Performing Arts in Portugal

Com a coordenação de Gustavo Vicente e o apoio do Centro de Estudos de Teatro, acaba de ser publicado pela Peter Lang o livro Intensified Bodies from the Performing Arts in Portugal. Centrado na presença e representação do corpo em cena, esta colecção de artigos aprofunda de forma transversal questões políticas, antropológicas e filosóficas sobre as artes performativas hoje.
Para mais informações clique aqui.

sinais de cena 

 Sinais de Cena
Série II, nº2 

A revista Sinais de Cena foi fundada em 2004 por Carlos Porto, Luiz Francisco Rebello, Paulo Eduardo Carvalho e Maria Helena Serôdio, que a dirigiu até 2014. Durante esses dez anos manteve uma periodicidade semestral (Junho e Dezembro). Até ao número 10 (Dezembro de 2008) foi editada pela Campo das Letras. A publicação dos números 11 (Junho de 2009) a 22 (Dezembro de 2014), esteve a cargo da Húmus. A presente série II tem início em Junho de 2016 sob a chancela das edições Orfeu Negro.

Pourceaugnac

Pourceaugnac, Comédia de Molière
José Camões, Marie-Noëlle Ciccia e Ariadne Nunes (ed.)

Apresentam-se neste volume o fac-símile do manuscrito e a transcrição da primeira tradução portuguesa conhecida da Comédia Monsieur de Pourceaugnac, de Molière. Esta tradução, anónima, tem-se conservado até hoje inédita nos fundos da Real Mesa Censória, no Arquivo Nacional da Torre do Tombo de Lisboa.

capa vol 2 bios alfredo cortez 1

Alfredo Cortez
Sebastiana Fadda

O segundo volume da coleção «Biografias do Teatro Português» é dedicado a Alfredo Cortez (1880-1946), conhecido sobretudo como autor de Zilda, uma peça emblemática que, devido à temática abordada, tanto brado deu na sociedade lisboeta dos anos 20. Este foi o início da sua produção dramática, que compreende estéticas diversas e que merece ser revisitada, não só pela importância que teve na época, como pelo que revela do seu talento de dramaturgo.

Para mais informações clique aqui.

 site2  Théâtre: esthétique et pouvoir 

Tome 1 - Jacopo Masi, José Pedro Serra et Sofia Frade (coord.) 
Tome 2 - Bruno M. Henriques, José Camões et Maria João Almeida (coord.) 

 Privilegiada expressão estética, literária e filosófica, o teatro ocupa, desde a antiga Grécia, lugar central não apenas enquanto criação do espírito, que encerra em si o desenho das paixões humanas e dos mordazes risos que as podem acompanhar, mas também enquanto fenómeno político no qual é perceptível o pulsar da sociedade. Voz individual, de perplexidade ou de resistência, de troça ou de inquietação, mas também voz política e colectiva, porque na polis se enraíza e na polis imprime a sua força, a representação teatral é realidade complexa, objecto de múltiplas análises e perspectivas. Os presentes volumes pretendem constituir ocasião propícia a uma reflexão sobre o teatro nas suas múltiplas dimensões performativa, literária, filosófica, histórica, ideológica, política e social e a sua relação com as outras artes.

 Outros destaques

Programa em

Estudos de

Teatro

2017-2018


Programa em estudos de teatro 2017-18


index.jpg

 Índices 

 O CET começa agora a disponibilizar alguns tipos de índices de interesse teatral.Já se encontram disponíveis os Índices de Teatro dos Periódicos de Rafael Bordalo Pinheiro e os Índices de espectáculos recenseados por Júlio César Machado n’A Revolução de Setembro e no Diário de notícias. Pode consultá-los nas Edições online das nossas Publicações.