Mapa do Site    |    Pesquisa
Apresentação

alt

 





O Programa em Crítica Textual tem por principal objetivo a formação de segundo e terceiro ciclo de estudantes interessados nesta área do saber. A Crítica Textual apresenta-se como uma disciplina dotada de autonomia científica, que pode ser aprofundada sem prejuízo das relações de vizinhança que mantém com áreas como as ciências da linguagem, a literatura, a história, os estudos culturais e a filosofia. Possui um objeto próprio (o estudo dos modos de produção, transmissão e preservação dos enunciados, sobretudo escritos, mas também, e cada vez mais, de todos os tipos de enunciado, verbais ou não verbais); possui metodologias próprias, apuradas em aliança com outras disciplinas afins, e um discurso reflexivo com que controla e renova os seus fundamentos teóricos; possui ainda um largo campo de aplicações práticas, que se traduz principalmente na construção da tríade das edições eruditas (facsimiladas, diplomáticas e críticas) mas influencia igualmente os processos de editoração e revisão, próprios da edição comum, e está presente nas experiências de edição electrónica e hipertextual.

Aos alunos é exigida cultura humanística de base, adquirida ou não no quadro das licenciaturas fornecidas pelas faculdades de Letras e de Ciências Humanas. A frequência de disciplinas de Crítica Textual, que integram algumas licenciaturas, é uma vantagem, mas não uma condição exclusiva.